Realizado em Poté 7° encontro AMM nos Municípios

   No dia 27/10 foi feita a abertura e a transferência simbólica da sede administrativa da Associação Mineira de Municípios, para a realização do evento “AMM NOS MUNICÍPIOS – Encontro nas Macrorregiões”, onde foi debatido e questionado a Mobilização Prioritária Municipalista junto ao Governo Federal, ao Congresso Nacional e ao Governo de Minas e pela Reforma dos Códigos Tributários, que vem prejudicando os municípios. Assuntos importantes foram abordados para facilitar a obtenção de recursos e a adequação às novas regras da legislação. O evento, que se realizou na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, contou com a presença de 31 prefeitos, 44 vereadores e um público estimado de 317 pessoas. A abertura dos trabalhos foi feito pelo presidente da AMM Julvan Lacerda, que ressaltou a iniciativa da Associação como veículo de transformação do dia a dia dos municípios para melhorar as políticas públicas, unindo forças para cobrar do congresso a aprovação das causas prioritárias do movimento. O prefeito Nêgo Sampaio, também Diretor Regional da entidade dos vales do Jequitinhonha e Mucuri, anfitrião desse 7° evento, primeiro a ser a realizado na região, foi enfático em seu discurso, apresentando as inúmeras dificuldades que afligem os municípios, principalmente nas áreas de saúde e educação, devido à baixa arrecadação nos repasses provindos dos Governos Federal e Estadual. Também fizeram o uso da palavra todos os prefeitos e autoridades que compuseram a mesa diretora dentre estas, o Vice Governador Antonio Andrade e o ex Deputado Estadual e ex Presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, Diniz Pinheiro. Após uma breve pausa para o almoço, oferecido aos participantes, no Sítio Monte Cristo, arredores da cidade, os trabalhos foram retomados, quando foi debatida e discutida a Pauta Prioritária em favor de melhor qualidade de vida para a população e melhores condições para as administrações dos gestores públicos, capitaneada pela importante Associação. Sem levantar nenhuma bandeira política e partidária, o evento ficará marcado como um dos maiores acontecimentos na história da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *